O que é Blade.


Para entender completamente o Ethereum, o que ele faz e como ele pode potencialmente impactar nossa sociedade, é importante saber quais são suas principais propriedades e como elas diferem das abordagens padrão.

Em primeiro lugar, o Ethereum é um sistema descentralizado, o que significa que não é controlado por nenhuma entidade governante. A maioria absoluta dos serviços on-line, empresas e negócios são construídos em um sistema de governança centralizada. Essa abordagem tem sido usada há centenas de anos e, embora a história tenha provado repetidas vezes que ela é falha, sua implementação ainda é necessária quando as partes não confiam umas nas outras.

Uma abordagem centralizada significa controle de uma entidade única, mas também significa um único ponto de falha, o que torna os aplicativos e os servidores on-line que utilizam esse sistema extremamente vulneráveis a ataques de hackers e até a quedas de energia. Além disso, a maioria das redes sociais e outros servidores on-line exigem que os usuários forneçam pelo menos algum grau de informação pessoal, que são armazenadas em seus servidores. De lá, ele pode ser facilmente roubado pela própria empresa, por funcionários desonestos ou hackers.